Loading...
Loading...

Total de visualizações de página

quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Projeto sobre a Sexualidade

E.M.E.F. Jorge Enéas Sperb
Projeto sobre Sexualidade na Escola


Justificativa:
A maior parte dos adolescentes passam seu tempo na escola onde começam a se sociabilizar, aflorando sua sexualidade devido ao desenvolvimento corporal gerado pelos hormônios. A escola é o ambiente onde a interação com o mundo ao redor e com as pessoas que o cercam acontece. Depois do ambiente familiar é a escola que complementa a educação dada pela família onde são abordados temas mais complexos que no dia- dia não são ensinados e aprendidos, tendo esta uma imensa responsabilidade na formação afetiva e emocional de seus alunos. E quanto ao assunto sexo e sexualidade? Qual o papel da escola frente a esse tema? A escola não deve nem vai tomar o lugar da família, mas cabe a ela possibilitar uma aprendizagem correta, já que essa instituição visa o crescimento do indivíduo como um todo.
O que nos cabe é refletir acerca da importância da Orientação Sexual na Escola para a construção da cidadania, de uma sociedade livre de falso moralismo e mais feliz. O trabalho de Orientação Sexual tem como objetivo principal as mudanças nos padrões de comportamento, levando-se em conta três aspectos fundamentais: a transmissão de informações de maneira verdadeira; a eliminação do preconceito e a atuação na área afetivo- emocional. A Educação Sexual é uma função de todos nós que temos um papel importante na Educação das pessoas. Promover conhecimento sobre sexualidade fortalece o aluno e cria condições para tomadas de decisões assertivas, diminuindo a vulnerabilidade e melhorando o desempenho escolar.
Assim, o professor é fundamental também como educador sexual. Para muitos alunos esse profissional é a única pessoa com quem eles podem contar para ampliar seus conhecimentos sobre sexualidade e desenvolver uma nova visão sobre fatos que, às vezes no seu meio social, podem ser tratados como sem importância para a vida deles, como é o caso da decisão sobre a primeira vez ou a gravidez na adolescência. Um professor que está atento a importância desse papel faz toda a diferença na vida dos alunos. Ele se torna uma pessoa capaz de aumentar a bagagem da vida dessa criança ou adolescente.


Metodologia
a) apresentar um projeto para as alunas com o objetivo do trabalho;
b) fazer uma reunião com professores e alunas para esclarecer quaisquer dúvidas que possam surgir ao longo do trabalho e explicar o papel de ambos junto à escola neste projeto;
c) observar a demanda da escola para que se atinja a expectativa desta;
d) a partir das séries estabelecidas para o trabalho entrar em contato com elas para explicar como este será administrado;
e) colher, por meio de “bilhetinhos sigilosos,” dúvidas e curiosidades de cada aluno garantindo-lhes total sigilo; A Caixa da Dúvida.
f) após levantar as dúvidas e curiosidades fazer uma estruturação do programa a ser cumprido em diferentes séries (conteúdo, horário, encontros, local), para uma maior eficácia;
g) estabelecer um contrato ( regras sugeridas pelo grupo);
h) garantir a ética do trabalho tanto para os alunos como para os professores;
i) garantir a liberdade de opinião e o respeito do grupo pelas dúvidas de seus colegas, sem monopólio da verdade de ambas as partes.
O primeiro conteúdo indispensável neste trabalho é a diferenciação de sexo e sexualidade e também de Educação Sexual e Orientação Sexual, que são muito confundidos na maioria das vezes. O educador de Orientação Sexual deve ser uma pessoa aberta, livre de mitos e preconceitos referentes à sexualidade para melhor ministrar a turma sem causar problemas com a instituição, pais, alunos e professores, podendo abordar os assuntos através de aulas expositivas, dinâmica de grupo, folhetos explicativos, filmes e outros materiais referentes ao tema. O trabalho não envolve nota ou reprovação.
Quem desenvolverá o projeto: Direção, Orientação, Educadora Especial, professores das turmas,e Psicóloga.
Quando: Mês de novembro e Dezembro.
Quem participará: Alunas de 5º, 6º e 7º anos.





Data
Atividade
Avaliação

12/11
*Apresentação do projeto para meninas das turmas 51-61-71-52-62-72.
*Criar as regras para o grupo;
*Apontar assuntos a serem trabalhados nos encontros:

As meninas do turno da manhã foram muito receptivas, adoraram a ideia .Relataram que tem muitas duvidas mas que tem vergonha de perguntar. As meninas da tarde foram muiiito receptivas, amaram o projeto!!!
Regras criadas pelo grupo:
1-Sigilo;
2-falar baixo;
3-respeito pelas histórias;
4-Ajudar sempre;
5-Não faltar;
6-Ser verdadeira!
As garotas adoraram a ideia de planejar um dia com as mães, onde teremos uma palestra, um momento de conversa e uma confraternização para estreitar os laços com suas mães.

Assuntos apontados como de maior interesse:
*NAMORO;
*Relação mães e filhas;


13/11
Caixa das duvidas- A diretora apresentou a caixa onde as adolescentes devem depositar suas dúvidas, angustias, necessidades, curiosidades durante a semana. No encontro debaterão as questões.




As meninas amaram a ideia, escreveram muitas perguntas que serão respondidas no dia da palestra.
As perguntas já foram passadas às palestrantes.

14/11
Confecção das lembrancinhas.









16/11
Carta para Mãe e técnica do balão.











*Cada aluna vai escrever uma cartinha para a Mãe descrevendo a relação ideal. 
*Após cada aluna vai eleger o sentimento mais feio, que a envergonha e vai encapsular no balão. Este balão vai levar pra longe este sentimento.




em dezembro
Dia especial mãe e filha!!
palestra, conversas, técnica do balão branco!,massagem, relaxamento... !!!e confraternização.


25/11
Palestra com a Ed. Especial, Psicóloga, Terapeuta Familiar


2/12
Visita aos blogs para pesquisa


9/12
Encerramento do projeto































Nenhum comentário:

Postar um comentário