Loading...
Loading...

Total de visualizações de página

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

"I Mostra de Educação Ambiental"

 Educação Ambiental
Conhecer a história da comunidade, aliada a uma educação pautada na autonomia e cidadania, torna-se essencial na construção dos pilares de sustentação a um desenvolvimento “realmente” sustentável. Quem tem que ser sustentável na realidade é a comunidade para que possa então atingir o desenvolvimento. Pequenas mudanças são bem vindas, mas as mudanças coletivas, sem dúvida, tem mais  eficácia e são mais duradouras.
Cada comunidade tem suas características próprias, sua história, seus costumes, suas crenças e suas necessidades, então como podemos acreditar que um único modelo de sociedade sustentável repararia todo o mal e barraria a caminhada rumo a destruição. Isso não é possível e atualmente já está sendo discutido por muitos autores e em encontros de diálogos sobre a Educação Ambiental.
 Existem na verdade, varias visões de natureza, portanto existem varias maneiras de se perceber uma crise. A educação não é neutra, é ideológica, é um ato político, baseado em valores para a transformação social. Os diferentes modos de vida, refletem determinados tipos de relação com a natureza e os conceitos que temos sobre Meio Ambientes são frutos da sociedade onde vivemos. Cada comunidade, cada família, percebe diferentemente os problemas sócio ambientais presentes na comunidade, no município , no país e no mundo, daí a necessidade de proporcionas situações onde estas falas possam ser colhidas, onde todos possam contribuir com o projeto.
O papel da Escola e o objetivo dos Projetos de Educação Ambiental em todas as comunidades e principalmente na Escola onde trabalho, é trabalhar com vistas a educação libertadora, que prepara para a autonomia, que busca a inclusão do homem dentro de conceito de Meio Ambiente. O trabalho do Educador ambiental neste caso é possibilitar vivências, reflexões, aprendizagens, geração do conhecimento e o fortalecimento do trabalho coletivo. Quanto mais estas aprendizagens ultrapassarem os muros das escolas e atingirem as famílias dos aprendentes, quanto mais se espalharem pelas comunidades, mais teremos sucesso na busca de um mundo melhor, mundo livre da atuação ditadora a favor do progresso a qualquer preço,da dominação do homem sobre a natureza.
Torna-se necessário ainda conhecer a si mesmo, ter pertencimento à comunidade, para que este vínculo possibilite o conhecimento do lugar. O pertencimento é o indicador que avaliza a execução de qualquer intervenção na comunidade. A constituição de comunidades aprendentes dar-se-á por meio de projetos que garantam a responsabilidade e a transformação dos sujeitos e da realidade.
Meu papel nesta comunidade, além de refletir sobre minhas intenções como Educadora Ambiental é possibilitar essa reflexão entre os alunos, professores e comunidade em geral. É garantir trocas entre a Escola e a Comunidade, valorizando o trabalho voluntário e aproveitando os “Saberes da Comunidade” na construção de um Projeto de Educação Ambiental.
                                                                                                                Carine Motti


No dia 28 de setembro realizamos a I Mostra de Educação Ambiental na Escola Jorge Enéas Sperb.
O objetivo deste trabalho foi socializar as iniciativas de cada turma a respeito das questões ambientais. Estiveram presentes todos os alunos da escola, os professores, funcionários e a comunidade em geral. Agradecemos especialmente a presença do senhor Argílio  e o Fabiano, do Horto Florestal do Litoral Norte que trouxeram mudas de árvores nativas para doar e assistiram as apresentações dos alunos. Agradecemos  a presença das biólogas da secretaria municipal de Meio Ambiente e as supervisoras da secretaria de Educação: Odete, Lorena, a nutricionaista Daniela e a presidente do Conselho Municipal de Educação: Zélia. Agradeço especialmente aos alunos pela linda demonstração de amor pelo Meio Ambiente!













































Em breve postaremos os vídeos produzidos durante a Mostra.

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Ser Humano = Meio Ambiente

Como tratamos as pessoas que gostamos, que convivemos, e até mesmo aquelas com quem não temos muita afinidade? A resposta correta seria: com amor, carinho, respeito, educação, respeitando o limite de cada um, bondade e etc... Mas e o meio ambiente? Como tratamos nossos animais de estimação, nossas plantas? Sentimos pena ao ver um animal abandonado na rua? Regamos uma planta que está sem água prestes a morrer? Pois é amigos, acho que esquecemos um pouco de exercer a bondade e o amor com o meio ambiente... esquecemos que somos todos seres vivos, que respiramos, necessitamos de alimento e água!
Se podemos amar o próximo, porque não estender isso a natureza como um todo? A Educação Ambiental não visa somente reciclagem e formas de sustentabilidade, nos mostra também que todos (animais, plantas, pedras, etc) merecem respeito e estão em seu habitat por um motivo, que a mínima interferência poderá nos trazer consequências graves posteriormente!
Então temos que encarar a natureza como algo IMPORTANTÍSSIMO, de extremo valor, como se fosse um ente querido e tratá-la da melhor forma possível. Pense bem: você deixaria seu irmãozinho sem comida ou água? É CLARO QUE NÃO, afinal você o ama... mas e o seu bichinho de estimação? Você dá comida, lhe serve água? Faz carinho com frequência? Outro exemplo: sua prima é bagunceira, não sabe brincar direito e faz birra, você na primeira oportunidade a joga na rua? Nem precisamos refletir muito para saber que a resposta será negativa!
O que estou tentando dizer é que temos que respeitar os outros seres vivos, sendo eles animais ou plantas, ELES NÃO SÃO BRINQUEDOS, sofrem, sentem dor, fome e sede como nós! Por isso, se você tem animais ou plantas em casa, trate-os como se fossem da família, seus irmãos mais novos, pois eles dependem exclusivamente de nós para sobreviverem!!
Tenha atitudes conscientes:
  1. Se quer ter um animal de estimação, adote... há tantos animais abandonados que precisam de um lar! Eles só querem atenção, carinho e alimento, mas antes disso pense muito bem, pois animais não são descartáveis, que depois de um certo tempo a gente enjoa e joga fora, ele é um ser vivo que sempre necessitará de cuidados;
  2. Cuide das plantas, plante árvores frutíferas, flores, legumes e verduras, dê a atenção devida, não deixe faltar água e os nutrientes que elas necessitam;
  3. Consciente seus amigos, parentes e colegas, demostre o modo correto de tratar a natureza, explique como o meio ambiente é igual ao ser humano;
  4. E por fim: transmita amor e respeito... pois com certeza o meio ambiente lhe será grato!

Abraços,
Sabrina Cardoso



sábado, 24 de setembro de 2011

24 de Setembro- Caminhada Cívica-Aniversário do Município

No dia 24 de setembro comemoramos o aniversário do Município de Tramandaí. A cidade possui características bem marcantes quanto as suas belezas naturais, é um município novo, em crescimento, sua população é composta por uma maioria jovem, que vem buscar aqui, melhores condições de vida para sua família. Com esta população flutuante, de maioria vindas das periferias dos grandes centros, podemos ver uma diversidade cultural. É um município que tem uma população de 40.000 habitantes nos meses de inverno e que tem esse número muito ampliado durante os meses de verão. É considerada a “Capital das Praias”, por ficar localizada a 100 km da Capital Porto Alegre. Podemos encontrar neste município, inúmeras belezas naturais: praias, lagoas e um Por do sol maravilhoso.
O tema municipal da Caminhada cívica deste ano foi “Os bons ventos trazem os rimos de todos os tempos”, o tema estadual LBV- Legião da Boa Vontade. A Escola Jorge Enéas Sperb abriu esta caminhada, homenageando o município e a instalação do parque eólico, assuntos pertinentes que fazem parte da realidade no qual está inserida a escola. No projeto de Educação Ambiental da escola o tema Energia Limpa está muito presente. Desde a instalação do parque eólico, que iniciou no ano de 2010, a escola vem participando de alguns projetos em parceria com a EDP Renováveis.
No ano de 2011, participamos do concurso de vídeos com o tema “Plantei uma floresta no meu coração!” e dos encontros “Diálogos com a Comunidade”, onde a população tem a oportunidade de debater temas de seu interesse.
Durante as festividades da Festa do Peixe deste ano, no mês de julho, a Escola participou do desfile de carros alegóricos com o tema Energia Renovável e agora na Caminhada Cívica ampliou esta homenagem com um desfile muito bonito.
A ala dos alunos dos 3º anos, abriu a caminhada com o tema energia renovável, onde os alunos levavam pequenos aerogeradores. Os segundos anos representaram o concurso “Plantei uma Floresta no meu coração. Os 1º anos representaram o respeito pela cultura local, dramatizando a pesca de tainhas na Barra com a presença dos Botos e Pescadores. Os 4º anos representaram o trabalho voluntário existente em nossa escola por pessoas da comunidade, as oficinas existentes na escola: dança, violão, teatro, informática, Patrulha Ambiental e Segundo Tempo. Os 5º anos homenagearam o trabalho voluntário da LBV. O 6º ano e as 6ª séries representaram o concurso Arte com Energia de 2010, levaram os jornais confeccionados pelos alunos sobre o tema Biodiversidade e a última ala, com os Pais e a Comunidade levaram a faixa apoiando todas as ações que visam a SUSTENTABILIDADE!
O grupo está de parabéns, professores, alunos, pais, contribuíram muito para o sucesso do evento.
Foi uma linda demonstração de Cidadania, respeito pelo Meio Ambiente, do qual somos parte!