Loading...
Loading...

Total de visualizações de página

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

"Nossa Sociedade é um grande Titanic!"

Nossa sociedade é um grande Titanic!”

Existem na verdade, varias visões de natureza, portanto existem varias maneiras de se perceber uma crise. A educação não é neutra, é ideológica, é um ato político, baseado em valores para a transformação social. Os diferentes modos de vida, refletem determinados tipos de relação com a natureza e os conceitos que temos sobre Meio Ambientes são frutos da sociedade onde vivemos.
Para mim o Meio Ambiente é tudo que nos rodeia! é um conjunto que agrega fatores físicos, biológicos, históricos, culturais e sociais e políticos, que exercem influências e que são igualmente influenciados. Esta integração entre os elementos e o homem é que propicia o desenvolvimento e a evolução da vida no planeta e que são responsáveis pelas mudanças que nele ocorrem. Tais mudanças ocorrem geralmente frutos da corrida pelo desenvolvimento e do consumismo desenfreado.
Segundo Alfredo Martins, palestrante do III Edea-2011, todos nós temos consciência da catástrofe social, ambiental que vivemos, mas nós recusamos aquilo que vemos e fazemos. É o processo de Renegação! E diz ainda; “Nossa sociedade é um grande Titanic!”
O papel da Escola e o objetivo dos Projetos de Educação Ambiental em todas as comunidades é trabalhar com vistas a educação libertadora, que prepara para a autonomia, que busca a inclusão do homem dentro de conceito de Meio Ambiente. O trabalho do Educador ambiental neste caso é possibilitar vivências, reflexões, aprendizagens, geração do conhecimento e o fortalecimento do trabalho coletivo. Quanto mais estas aprendizagens ultrapassarem os muros das escolas e atingirem as famílias dos aprendentes, quanto mais se espalharem pelas comunidades, mais teremos sucesso na busca de um mundo melhor, mundo livre da atuação ditadora a favor do progresso a qualquer preço,da dominação do homem sobre a natureza.
Torna-se necessário ainda conhecer a si mesmo, ter pertencimento à comunidade, para que este vínculo possibilite o conhecimento do lugar. O pertencimento é o indicador que avaliza a execução de qualquer intervenção na comunidade. A constituição de comunidades aprendentes dar-se-á por meio de projetos que garantam a responsabilidade e a transformação dos sujeitos e da realidade. 
                                                                          Carine Motti
 
Conferência de abertura do III EDEA- Desafios actuales de la Educacion Ambiental- Ana Domingues(UdeLAR –Uruguai)
A Intervenção das três ecologias na catástrofe socioambiental- Prof. Eduardo Losicer e Alfredo Martins. III EDEA-2011


Nenhum comentário:

Postar um comentário